Avançar para o conteúdo
Vagas Para (13) Facilitadores Comunitários (m/f)

Vagas Para (13) Facilitadores Comunitários (m/f)

    Ipas Moçambique

    Alerta: Faça parte do nosso Grupo no WhatsApp Clique Aqui

    O Ipas Moçambique pretende recrutar para o seu quadro de pessoal treze (13) Facilitadores Comunitários para Niassa, Nampula e Zambézia.

    Contexto

    Ipas Moçambique é uma organização não-governamental, sem fins lucrativos, a operar em Moçambique desde 2017, com sede em Maputo e escritórios provinciais em Nampula, Zambézia, onde desenvolve em parceria com o Ministério da Saúde actividades que visam expandir o acesso aos serviços de saúde sexual e reprodutiva, aborto Seguro e VBG através da melhoria do ambiente de acesso aos serviços, fortalecimento dos sistemas de saúde, gerar e disseminar novos conhecimentos e fortalecimento das redes de apoio social para as mulheres e raparigas em idade reprodutiva.

    No âmbito da implementação das actividades, pretende recrutar e contractar imediatamente, Facilitadores Comunitários para 3 distritos da Província de Niassa (Mandimba, Lichinga e Lago), para 5 distritos da Província de Nampula ( Ribaué, Monapo, Mossuril, Mogincual e Nacala Porto) e 5 distritos da Província da Zambézia (Gilé, Luabo Sede, Molumbo, Molevala e Alto-Molócuè), para assistir e coordenar a implementação das actividades do envolvimento comunitário com enfoque para educação dos adolescentes e jovens (M/F), assistência técnica e programática dos influenciadores comunitários, fortalecimento e colaboração com as organizações de base comunitária e outros intervenientes chave a nível da comunidade para disseminação das mensagens-chave sobre Saúde Sexual e Reprodutiva, Contracepção, Aborto Seguro e Género e referencia das mulheres e raparigas a estes serviços.

    Deveres e Responsabilidades

    Baseado(a) a nível do distrito de implementação, sob supervisão do(a) Assessor(a) Provincial de Engajamento comunitário, o(a) Facilitador Comunitário para Saúde Sexual e Reprodutiva e VBG irá desenvolver as seguintes tarefas e responsabilidades:

    • Trabalhar em estreita colaboração com o(a) Assessor (a) de Engajamento Comunitário do para maximizar os resultados de implementação e integração dos Projectos a nível do distrito;
    • Planificar e garantir a assistência técnica e monitorar a as acções desenvolvidas pelos intervenientes comunitários de modo a zelar pela qualidade e coerência dos resultados alcançados;
    • Assegurar o desenvolvimento de actividades conjuntas e contínua com parceiros do nível local, distrital e comité multissectorial do PGB;
    • Reportar as contribuições do projecto com organizações parceiras ao nível dos distritos na realização de intervenções de desenvolvimento;
    • Prestar apoio técnico as equipes distritais na área comunitária na atualização dos ativistas, identificar e discutir mecanismos para ultrapassar as diferentes barreiras para referências a serviços de VGB, SSR e cuidados de aborto seguro;
    • Apoiar as equipe de suporte programático das activistas na planificação das actividades, na supervisão comunitária e garantir o seguimento das actividades das OCBs;
    • Garantir a ligação da comunidade entre a comunidade e a unidade sanitária;
    • Garantir a supervisão técnica das actividades do projeto para organizar a implementação das actividades integradas de VBG, SSR e cuidados de aborto seguro planeadas e garantir a assistência técnica às unidades sanitárias (US) de implementação e aos parceiros sempre que necessário;
    • Participar em reuniões relevantes do governo e parceiros a nível distrital para identificação das sinergias e contribuições importantes para enriquecer a intervenção;
    • Elaborar planos de trabalho, análises e relatórios, de acordo com os procedimentos do Projecto de acordo com o cronograma indicado pelo supervisor;
    • Realizar outras tarefas que lhe forem atribuídas no âmbito de melhoria dos resultados do programa.

    Requisitos

    • Competências e Experiência Requirida
    • Técnico(a) de Medicina Preventiva, Professor(a)/Psicólogo(a) com experiência em saúde pública, saúde sexual e reprodutiva e Género;
    • Experiência comprovada de três a sete anos na prestação de assistência técnica e gestão de programas comunitários na área de SSR e Género;
    • Compreensão de questões e abordagens para a prestação de serviços integrados de saúde sexual e reprodutiva em contextos de cuidados primários de saúde;
    • Qualidades pessoais incluem capacidade de trabalho em equipe, sob pressão, integridade inatacável, paciência, tacto, juízo maduro, habilidades de negociação e comunicação interpessoal;
    • Habilidade em desenvolver trabalho em equipe e manter relações de trabalho com o governo, agências não-governamentais e outros parceiros de cooperação ao nível local;
    • Experiencia no desenvolvimento do plano de trabalho;
    • Habilidades de elaborar relatórios das actividades;
    • Experiência em trabalhar em organizações sem fins lucrativos;
    • Experiência comprovada de conhecimento do pacote Microsoft Office;
    • Habilidade para falar e escrever fluentemente em Português;
    • O conhecimento das línguas locais é uma vantagem.

    Exigências

    • Carta de Manifestação de Interesse;
    • Curriculum Vitae (Incluir 3 referências profissionais) e, se possível;
    • Certificados de Trabalho.

    Nota: Os candidatos interessados devem apresentar as propostas em documentos separados ou únicos, em formato PDF. Indicar o assunto do e-mail “Ipas Candidatura – Facilitador Comunitário para … (indicar o distrito de interesse)”. Candidaturas incompletas não serão consideradas. O IPAS está fortemente empenhado em proporcionar um ambiente de trabalho livre de todas as formas de assédio, discriminação e desigualdade. Recrutamos, empregamos, treinamos, promovemos e compensamos o nosso pessoal independentemente de raça, idade, sexo, religião, origem nacional, cor, credo, ancestralidade, cidadania, estado civil, estatuto de veterano, serviço militar, deficiência, informação genética, identidade de género, expressão de género, estado transgénero, orientação sexual, ou qualquer outra característica pessoal protegida por lei ou delineada pela política de Ipas.

    Os candidatos interessados devem apresentar as propostas em documentos separados ou únicos, em formato PDF, para o endereço de e-mail procurementMZ@ipas.org com cópia para zacariasc@ipas.org, devem indicar o assunto do e-mail “Ipas Candidatura – Facilitador Comunitário para … (indicar o distrito de interesse)”, até o dia 31 de Agosto de 2023 as 17:00. Candidaturas incompletas não serão consideradas. Documentos a apresentar:

     

    Carta de manifestação de interesse; Curriculum Vitae (Incluir 3 referências profissionais) e, se possível, certificados de trabalho;

     

    NOTA

    O IPAS está fortemente empenhado em proporcionar um ambiente de trabalho livre de todas as formas de assédio, discriminação e desigualdade. Recrutamos, empregamos, treinamos, promovemos e compensamos o nosso pessoal independentemente de raça, idade, sexo, religião, origem nacional, cor, credo, ancestralidade, cidadania, estado civil, estatuto de veterano, serviço militar, deficiência, informação genética, identidade de género, expressão de género, estado transgénero, orientação sexual, ou qualquer outra característica pessoal protegida por lei ou delineada pela política de Ipas.

    Local: Niassa, Nampula e Zambézia

    Tipo de Contracto: Consultoria

    Posição de Cargo: Facilitador Comunitário

    Idioma Requerido: Português e Inglês

    Data de início de contracto: 2 de Outubro de 2023

    Duração do contracto: 12 meses

    Envie a sua candidatura a esta posição para este email: zacariasc@ipas.org

    Siga Nossa Pagina de Facebook Clicando  [Aqui]